CANNABIS MEDICINAL PARA ASMA - Anella

CANNABIS MEDICINAL PARA ASMA

CANNABIS MEDICINAL PARA ASMA

CANNABIS MEDICINAL PARA ASMA
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
A asma é uma condição em que as vias aéreas se estreitam , inundam e produzem muco extra. Isso pode tornar a respiração muito difícil e desencadear tosse, sibilância e falta de ar.

A asma é uma condição em que as vias aéreas se estreitam , inundam e produzem muco extra. Isso pode tornar a respiração muito difícil e desencadear tosse, sibilância e falta de ar. A asma é uma doença inflamatória crônica que causa a constrição dos tubos brônquicos, resultando em dor torácica e dificuldade em respirar. Evidências científicas mostram que a cannabis medicinal para a asma pode ser um tratamento muito eficaz.

A asma é uma das doenças inflamatórias crônicas mais onipresentes nos EUA, afetando cerca de 35 milhões de pessoas e tirando a vida de 4.000 pessoas por ano.

Para algumas pessoas, a asma é apenas um pequeno incômodo. Para outros, é uma grande preocupação para a saúde que interfere com as atividades diárias e pode levar a um ataque de asma com risco de vida. A asma não pode ser curada, mas seus sintomas podem ser controlados.

TRATAMENTO TRADICIONAL DE ASMA

O tratamento tradicional da asma envolve a inalação de esteróides com efeito antiinflamatório, que dilatam as passagens brônquicas e permitem uma respiração normal. Casos mais graves requerem um inalador, que tranforma o remédio líquido para um vapor, que é mais facilmente absorvido pelos pulmões.

A maioria das pessoas que sofrem de asma precisam de dois tipos de medicamentos: remédio rápido e medicamentos de controle de longo prazo. Muitos pacientes são relutantes em tomar qualquer tipo de medicação devido a custos ou potenciais efeitos colaterais.

MEDICAMENTOS RÁPIDOS PARA ASMA

Para alívio imediato, medicamentos de alívio rápido podem ser tomados assim que ocorrerem os sintomas. Os dois tipos de medicamentos nesta categoria são:

- Beta2-agonistas inalatórios de ação curta
Anticolinérgicos

Ambos os tipos de drogas são broncodilatadores, o que significa que eles expandem as passagens para os pulmões (os brônquios). Isso permite mais ar dentro e fora, o que melhora a respiração. Eles também ajudam a limpar o muco dos pulmões, permitindo que o muco se mova mais livremente e seja expulso do corpo com mais facilidade.

Se você possui bronquoconstricção induzida por exercício (EIB), também conhecida como asma induzida por exercício, seu alergista pode recomendar que você use estes medicamentos antes do exercício ou outra atividade física extenuante.

Os medicamentos para asma de alívio rápido podem parar os sintomas, mas não controlam a inflamação das vias aéreas que causa esses sintomas. Se você precisar de um medicamento de alívio rápido para tratar sintomas de asma mais de duas vezes por semana, ou duas ou mais noites por mês, sua asma não está sendo controlada eficientemente.


MEDICAMENTOS CONTROLE DE LONGO PRAZO PARA ASMA

São necessários diariamente medicamentos de controle a longo prazo para evitar sintomas e ataques de asma. Os tipos de medicamentos nesta categoria são:

- Modificadores de antileukotrienos ou leucotrienos
- Cromolyn sodium and nedocromil
- Corticosteróides inalados
- Beta2-agonistas inalatórios de ação prolongada (sempre administrados com outro medicamento relacionado com asma)
- Metilxantinas
Corticosteróides orais
Imunomoduladores

Esses medicamentos precisam ser tomados todos os dias, mesmo que você não tenha sintomas.

COMO USAR A CANNABIS MEDICINAL PARA ASMA

Os canabinóides THC e CBN foram provados com sucesso no tratamento da asma.

Publicado no British Journal of Pharmacology, um estudo mostra que a cannabis medicinal pode ter um efeito semelhante nas vias aéreas como alguns medicamentos tradicionais para a asma.

Usando amostras de tecido pulmonar humano, pesquisadores franceses descobriram que o THC poderia bloquear as contracções musculares causadas por uma molécula de sinalização chamada acetilcolina.

THC NA CANNABIS

THC, ou tetrahidrocannabinol, é o químico responsável pela maioria dos efeitos psicológicos da cannabis. De acordo com o Instituto Nacional de Abuso de Drogas (NIDA), o THC atua como os produtos químicos canabinóides produzidos naturalmente pelo organismo.

Os receptores canabinóides estão concentrados em certas áreas do cérebro associadas ao pensamento, memória, prazer, coordenação e percepção do tempo. O THC atribui-se a esses receptores, os ativa e afeta a memória, o prazer, os movimentos, o pensamento, a concentração, a coordenação e a percepção do tempo de uma pessoa.

THC é um dos muitos compostos encontrados na resina da planta de cannabis. Mais essas glândulas são encontradas mais em torno dos órgãos reprodutores da planta do que em qualquer outra área da planta. Outros compostos exclusivos da cannabis chamados de canabinóides, estão presentes nesta resina. De acordo com o National Center for Biotechnology Information, um canabinóide o CBD, não é psicoativo e bloqueia as alterações associado ao THC.

A acetilcolina é responsável pela manutenção do tônus ​​muscular das vias aéreas e também contribui para as contrações nos ataques de asma. Curiosamente, os medicamentos para a asma bloqueiam a mesma molécula, mas de um ângulo ligeiramente diferente. Eles impedem a acetilcolina de se ligar ao seu receptor. THC funciona prósimo a isso. Não tem nenhum efeito competitivo para a ligação aos receptores. Evita que a acetilcolina seja liberada.

 

FONTE : https://medicalmarijuana411.com/asthma/?utm_source=newsletter092117&utm_medium=email&utm_campaign=dailydose&utm_content=readmore